Marché

Como funciona o processo de criação

Inovação é a peça central das estratégias e das iniciativas corporativas .

 

No entanto, as barreiras para a criatividade são abundantes. Inovação e estruturas corporativas parecem funcionar como água e óleo, pois muitas empresas não se permitem arriscar. Seus stakeholders acabam, inadvertidamente, bloqueando a inovação, muitas vezes utilizando o argumento “isso nunca foi feito dessa maneira”.

 

Para a Marché, as equipes sempre superam indivíduos. O mito do gênio solitário pode dificultar os esforços para uma empresa alcançar inovação e criatividade, pois esses gênios solitários são tão apegados às suas ideias que se tornam relutantes em abandoná-las ou em permitir que sejam aperfeiçoadas por outras pessoas.

 

As equipes são o coração da metodologia da Marché. Classificadas na empresa como hot project teams, essas equipes são inspiradas por propósito e personalidade, devendo:

 

Ser formadas a partir de disciplinas divergentes.

Ter poderes para fazer o que for necessário para o projeto funcionar.

Mesclar diversão e projetação.

Ser tão pequena quanto 3 pessoas ou tão grande como uma dúzia de indivíduos.

Ter objetivos claros e tangíveis, além de prazos curtos e bem definidos.

Ser formada por pessoas apaixonadas pelo trabalho que realizam.

 

Além disso, as equipes também devem reunir indivíduos com características específicas distintas. Por exemplo: visionários, capacidade de solucionar problemas, iconoclastas, pulso firme, conhecimentos técnicos e/ou especializados, visão de negócios, liderança, etc.

 

As equipes utilizam o processo de criação de produtos e serviços da Marché. Esse processo é formado por 5 passos e permite que cada equipe identifique oportunidades para a inovação e é fundamental para o desenvolvimento dos produtos e serviços que já foram lançados pela empresa. Os 5 passos são os seguintes:

1. Entender e observar

2. Sintetizar

3. Visualizar

4. Prototipar, avaliar e refinar

5. Implementar

 

Criação Design - Agência Marché

 

Além disso, os vários projetos ensinam algumas lições valiosas, como:

Fazer uma grande entrada/abertura.

Fazer metáforas.

Criar uma relação emocional do consumidor com o produto ou serviço.

Permitir que os consumidores saibam o que está acontecendo no backstage.

Construir produtos ou serviços mais rápidos e simples.

Construir produtos à prova de “patetas” (produtos intuitivos).

Construir produtos que não façam mal ou prejudiquem as pessoas.

Fazer uma lista de coisas que são essenciais para o projeto.

Grandes acessórios podem fazer a diferença em um produto (os pequenos toques certeiros).